Espiritualidade Integral


Quando aceitamos a Jesus Cristo, passamos pelo processo de justificação, Rm 5.9. Nossa vida é regenerada e ligada a Deus através de Jesus Cristo, Jo 14.6.

Quais os próximos passos para viver uma vida cristã?
Aí entra a espiritualidade integral – que envolve o campo anímico (alma/pensamentos), o labor humano, a vida espiritual, a socialização, o comportamento (ações) e convívio familiar. Todos estes campos da vida devem estar em conformidade com os preceitos bíblicos, numa estabilidade, nivelados pelo Espírito Santo. Espiritualidade integral é a vida na sua mais completa essência.

Dr Griffith Thomas disse certa vez “não é difícil viver a vida cristã; é impossível”. Claro, quando vivemos pelos próprios esforços, mas quando vivemos pela fé, em Cristo, seguindo o conselho de Paulo, “não vivo mais eu, e sim, Cristo vive em mim”, Gl 2.20, o processo é diferente.

A espiritualidade integral acontece através da leitura da Palavra de Deus, da oração, da práxis bíblica, do jejum, da ação social, do exemplo e dedicação no labor diário, da busca incessante da presença de Deus na sua vida, envolver-se com atividades que desenvolvam mudanças sociais e ecológicas, uma vida dinâmica e em constante desenvolvimento, sensível às necessidades do próximo e sempre pronto para ajudar. Na teologia da espiritualidade, aprendemos que a verdadeira espiritualidade possui como base de sustentação uma fé que gera obras, serviço. Isto se deve a uma vida integral transformada pela Palavra. Nossa mente é renovada pela Palavra de Deus, passamos por uma transformação moral e espiritual. Para Elienai Cabral, “a vontade de Deus é a expressão do Seu caráter na nossa vida diária”. Isto significa viver uma espiritualidade integral que atende todas as dimensões da vida.

Viver a espiritualidade é viver uma vida de compaixão, de humildade, de entrega total ao plano bíblico, “não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”, Rm 12.2. Este versículo nos mostra a espiritualidade integral, a vontade de Deus é boa – para o nosso corpo, é agradável – para a nossa alma, e, perfeita – para o nosso espírito. A vontade de Deus abrange todas as dimensões humanas: corpo, alma e espírito. Os nossos pensamentos, sentimentos, desejos, vontades, devem ser guiados pelo Espírito Santo. Quando vivemos a espiritualidade integral – espiritual, emocional, mental e física – preenchemos todas as áreas da vida, numa vida intensa de felicidade. Richard Foster disse que a felicidade “deve ser o resultado de uma vida de serviço, não o propósito último da vida. A felicidade não é um direito ao qual devemos nos agarrar, mas uma bênção natural a ser desfrutada.”

O cristão que possui uma vida abençoada e plena, é realmente quem vive dentro da vontade integral de Deus – uma espiritualidade completa.

Texto: Pr Márcio Batista

Referencias Bibliográficas:
FOSTER, Richard. A liberdade da simplicidade. São Paulo: Vida, 2010.
CABRAL, Elienai. Carta aos Romanos. Rio de Janeiro: CPAD, 1986.
MEARS, Herietta. Estudo Panorâmico da Bíblia. São Paulo: Vida, 2006.

Fonte: Este texto foi criado para o Forum da disciplina "Teologia da Espiritualidade" do Bacharel em Teologia (Integralização) da Faculdade Refidim de Joinville/SC.



______________________________
É proibido copiar os artigos deste site. A publicação dos artigos aqui postados em outros sites, blogs, impressos, trabalhos acadêmicos, ou  trabalhos científicos devem seguir a regra da ABNT. Copiar deliberadamente na íntegra qualquer conteúdo deste site, implica em crime, previsto no Código Penal. Lei do direito autoral. Todos os direitos reservados a Márcio Batista de Florianópolis, SC, Brasil.

Postagens mais visitadas

Imagem

Produções gratuitas

Imagem

Rádio Evangelismo

Imagem

Vontade de Deus