A justiça de Deus


"Venha o teu reino. Tua será feito, como no céu, assim na terra "(Mateus 6:10)

Será que estamos permitindo que a vontade de Deus seja feita em nós?
Ou é as nossas vontades que comandam?

Aquele me fez mal e vou retribuir... estou certo agindo desta forma?
Errado... não é o que a justiça de Deus nos ensina.

A vingança pertence ao Senhor e não a nós. "Ora, nós conhecemos aquele que disse: A mim pertence a vingança; eu retribuirei. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo", (Hb 10.30).

A doutrina da justiça de Deus significa, também, que nós como Seus filhos, devemos procurar imitar nosso Pai Celestial. Jamais devemos buscar vingança contra aqueles que pecaram contra nós; Devemos deixar a vingança com Deus (Rm 12:17-21). Ao sofrer a injustiça do homem, suportando em amor, veremos Deus trazendo nossos inimigos ao arrependimento e à salvação (Mt 5:43-44; 1 Pe 2:18-25).

Quando fazemos justiça com nossas próprias mãos, deixamos de exercer o amor que Deus nos deu. "Ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo’. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus, pois que Ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos", (Mt 5.43-45).

Reflita!

Texto: Márcio Batista



______________________________
É proibido copiar os artigos deste site. A publicação dos artigos aqui postados em outros sites, blogs, impressos, trabalhos acadêmicos, ou  trabalhos científicos devem seguir a regra da ABNT. Copiar deliberadamente na íntegra qualquer conteúdo deste site, implica em crime, previsto no Código Penal. Lei do direito autoral. Todos os direitos reservados a Márcio Batista de Florianópolis, SC, Brasil.

Postagens mais visitadas

Imagem

Vontade de Deus