Só o amor é poder


"Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor" (1 Coríntios 13:13).

"A força é sempre, e em todos os lugares, um sinal de medo -- isto é, um sinal de fraqueza. Atrás dos vastos exércitos e marinhas que nós chamamos de grandes poderes do mundo, existe medo. O medo é que nos leva à guerra. O medo é o pai da ferocidade, e o criador das forças militares. Do ponto de vista Criativo, que é o ponto de vista de Deus, força é fraqueza, e só o Amor é poder." (G. A. Studdert Kennedy)

O que queremos pedir a Deus quando oramos por poder? Capacidade para dominar ou para amar? Quando amamos somos fortes, quando amamos alcançamos grandes conquistas, quando amamos somos mais que vencedores. Deus é amor... Deus é poder... e, se temos Deus no coração, amamos e somos poderosos.

Quando aprendemos a amar, perdemos o medo, abandonamos as incertezas, caminhamos sem vacilar, ultrapassamos qualquer obstáculo. O amor é mais importante que a fé, que a esperança, que qualquer outra coisa neste mundo.

O amor nos aproxima do Senhor -- o medo nos afasta dEle. A força sem o amor é medo, o amor sem a força é coragem, é vitória.

Às vezes agradecemos ao Senhor pelo poder que nos dá de orar e as coisas acontecerem, de pregar e de muitos se converterem, de participar dos estudos bíblicos e conhecer muitos versículos de memória. E por que não oramos agradecendo pelo amor que temos no coração? Ou será que não o temos?

Ver os outros curados, as almas perdidas se aproximarem de Cristo, conhecer a Bíblia como poucos, de nada adianta se o que nos motiva é a vaidade de uma glória que só pertence ao Senhor. Muito mais importante é amar os que estão enfermos, chorar pelos perdidos para que sejam achados, glorificar a Deus por lembrar de um versículo que será uma grande bênção para alguém que queremos ver nos caminhos do Senhor Jesus.

Só o amor é poder -- viva o amor e Deus fará maravilhas em sua vida e através dela.

Autor: Paulo Roberto Barbosa

Postagens mais visitadas

Imagem

Vontade de Deus